Esse texto possue uma reflexão pessoal da OnlyTPR e pedimos que seja lido com atenção.

Quem acompanhou o último ano com a The Pretty Reckless com certeza percebeu que a banda está muito mais quieta e inativa do que o normal. Mas há um motivo muito sério para tudo isso. 2017 foi um ano extremamente difícil para a banda e seus membros. Luto, depressão, ansiedade, mortes… É só um terço do que foi esse ano para eles.

Qualquer fã que tenha parado um momento para analisar as letras da banda sabe que a Taylor passou e tem passado por uma luta contra a depressão e ansiedade. Vou focar essa narrativa na Taylor pois as composições são feitas exclusivamente por ela e pelo Ben.

Tudo que eu preciso é de alguém que me salve, pois estou indo para baixo” – Goin’ Down – Light Me Up

Todos os dias eu acordo sozinha. Me mate! Apenas me mate…” Kill Me – Going To Hell

Todo esse tempo eu gastei apenas esperando para saber, agora que eu já vi isso tudo, eu quero é ir embora… Perdi contato com o que me fazia humana, perdi contato com a realidade. É tudo demais para mim.” Bedroom Window – Who You Selling For

“Eu odeio o que me tornei e agora eu não consigo respirar. A ansiedade está me matando lentamente...” The Devils Back – Who You Selling For

A Taylor já deixou claro em milhares de entrevistas que suas composições são como um diário aberto, onde toda sua vida está escrita ali. É óbvio que eles usam de muitas metáforas, mas a base de tudo é real. A dor é real.

A morte do Chris Cornell foi um baque gigante na vida de todos eles. Desde sempre a Taylor fez questão de dizer o quanto idolatrava Soundgarden e o próprio Chris, tanto que era um sonho da sua vida abrir o show deles. E isso finalmente foi concretizado no início desse ano, quando abriram diversos shows deles.
Mas em Maio desse ano também tudo desmoronou; Chris Cornell se suicidou e todo seu mundo foi por água a baixo. Seu maior ídolo estava morto. Seu corpo foi encontrado no mesmo hotel que ela e toda a banda estava hospedada. Na mesma noite do suicídio a TPR havia aberto o show deles.

Vocês conseguem imaginar essa dor? A TPR inclusive cancelou o show após o acontecimento pois não tinha condição de estar em um palco de novo.

Meses se passaram e outro suicídio ocorreu. Chester Bennington do Linkin Park também tirava sua própria vida. E o que para muitos pode parecer algo repentino, bastava uma análise nas suas letras para perceber que a dor era algo que ele trazia consigo há anos.

Hoje, 10 de Novembro, a TPR anunciou oficialmente que a era Who You Selling For chegou ao fim. Ou seja, não teremos mais videoclipes e trabalhos relacionados a esse álbum. Quando eles retornarem a ativa já será com um novo CD. A banda ainda têm shows agendados até 16 de Dezembro, mas esse será o ciclo final de um álbum que infelizmente foi muito pouco aproveitado.

Comunicado oficial feito pela Taylor Momsen no Instagram:

Esta noite começa nossa turnê final para o ‘Who You Seling For’. Foi uma decisão difícil de fazer, mas a única maneira de saber lidar com toda essa merda no mundo é escrever músicas, e é isso que eu vou fazer. Mas primeiro, precisamos bombear alguns amplificadores e baterias para uma rodada a mais. O mundo precisa de rock and roll, e mal posso esperar para fazer mais disso.”

O que eu quero passar com tudo isso? Compreensão. Obviamente nós como fãs sempre queremos ver mais de nossos ídolos, mais clipes, mais músicas, mais fotos… Mas acima de tudo precisamos entender que eles são humanos e estão emocionalmente esgotados. O melhor que eles podem fazer no momento é tirar um tempo para refletir, descansar e encontrar a energia que sabemos que eles querem e gostam de passar.

Depressão é algo sério. O suicídio e o afastamento social é algo que a Taylor tem falado em suas músicas desde o início. Precisamos analisar isso a fundo e entender o quão perturbada está a mente da nossa garota.

Eles precisam de descanso, e mais do que tudo, do nosso apoio e amor.

OnlyTPR

Anúncios