Ontem (20/07) a The Pretty Reckless deu uma entrevista para a rádio Q105.1 no festival Moondance. Confiram alguns trechos traduzidos dessa entrevista.

Rádio Q105.1: Você está no palco e da vontade de mijar, o quê você faz? Sério, o que você faz? Eu ouvi que o Ozzy joga água nele mesmo.
Ben Phillips: Você não mija.
Taylor Momsen: Você sua. Você sua muito no palco, então você espera que não mije nas suas calças.
Rádio: Você sua, acabamos de descobrir. (risos)

Rádio: Vocês vão tocar no palco principal hoje, no Moondance, com Cold Kingdom, Dorothy, Halestorm… É um dia meio Girl Power.
Taylor: Com certeza é, e nós temos muitos amigos aqui então deve ser legal.
Ben: Encontramos o Halestorm ontem a noite.
Taylor: É, encontramos, e a Dorothy também. (…) Pelo menos hoje tocaremos a noite no festival, o sol já estará se pondo. Não teremos que enfrentar essa temperatura quente no nosso rosto.
Rádio: É, Dorothy estava morrendo hoje cedo. Ela disse “Eu não bronzeio, isso é terrível”.
Taylor: É, ela me mandou uma mensagem dizendo “Isso é brutal”.
Ben: Qualquer coisa menos o sol.
Taylor: É, qualquer coisa menos o sol, nós somos vampiros.

(No mesmo dia a Dorothy também comentou da Taylor em uma entrevista, ouçam aqui)

Rádio: Estamos ansiosos por hoje a noite. Seu terceiro álbum foi lançado ano passado, eu amei a mudança, acompanho vocês desde o início e em todo álbum de vocês eu percebo um progresso. Eu adorei a mudança, é bem diferente mas ainda é você. E a composição é bem pessoal.. Eu gosto como me sinto, como se fosse próxima de você, mesmo que nós não nos conheçamos, apenas por ouvir sua música.
Taylor: Obrigada. É algo que eu sempre digo… Eu não sou muito ativa nas mídias sociais, eu sou uma pessoa meio que tímida e reservada, estranhamente… Mas eu costumo dizer, se você quer me conhecer escute nossos álbuns, porque está tudo lá.

Rádio: Onde estava sua mente quando estava fazendo esse álbum, ou o que você queria dizer?
Taylor: Eu não acho que você saiba exatamente o que quer dizer.
Ben: É uma coisa mais música-por-música… É tudo sobre essas coisas fodidas, sobra essa vida fodida…

Taylor: Eu ainda aprecio muito o álbum físico, eu sei que ele está meio que desaparecendo, com os serviços digitais, e os singles… Mas o álbum captura um momento da vida do artista, se você quer conhecer aquele artista então aquilo é o momento da vida dele. Então para mim isso ainda é importante. (…)
Quando você escuta nosso álbum sozinho e coloca os fones de ouvido e o ouve inteiro isso vai levá-lo em uma jornada. E isso é meio o que pretendemos fazer.

Rádio: Que tipo de música vocês tem ouvido ultimamente?
Taylor e Ben: Soundgarden.
Rádio: Ah, sim.. Eu nem sei como falar sobre isso, é algo… o que você diz?
Taylor: Não gostamos de falar sobre isso.
Rádio: …ouvindo as notícias sobre o Chester Bennington que saíram hoje… É uma coisa linda que estamos aqui, em um festival como esse, porque eu sinto que é algo que todos podemos estar juntos, todos podemos nos conectar.
Taylor: Bom, a música tem que prevalecer, a música tem que continuar. Música salva. É um dia triste… mas a música precisa continuar.

Rádio: E o que há de novidade com vocês para o resto do ano?
Taylor: Nós temos muita coisa agendada.. Tem sido um ano bem bem estranho, meses estranhos… Agora temos o Lollapalooza, Rock In Rio…
Rádio: Entendi, alguns festivais.
Taylor: Alguns vídeos… o novo single Back To The River acabou de ser lançado, hipoteticamente terá um vídeo para ele.

Rádio: Muito obrigada por dividir esse tempo com a gente, estou ansiosa para o show.
Taylor: Obrigada vocês!

Escutem a entrevista logo abaixo!

 

TRADUÇÃO POR ONLYTPR

Anúncios